Lara's dreaming

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Portugal

Sou uma mulher transexual de Lisboa, Portugal, onde nasci e cresci. Neste espaço poderá encontrar pensamentos, reflexões e comentários inerentes à minha vida como mulher trans. Seja benvind@ ao meu cantinho.

sexta-feira, agosto 29, 2008

Sexy aos 50


Madonna durante o seu concerto em Berlim. Quem disse que a idade conta? A cantora é um exemplo de sensualidade aos 50.

Foto: EPA/BRITTA PEDERSEN / Retirada do IOL Portugal Diário

terça-feira, agosto 26, 2008

Já arrancou a tourné de Madonna


Mais de 40 mil pessoas assistiram ao espectáculo de Madonna neste sábado, no Millennium Stadium de Cardiff, País de Gales, que marcou a estreia da tournée mundial «Sticky & Sweet». A tournée de 49 espectáculos será encerrada em São Paulo, no dia 18 de Dezembro, explica o site Globo.com.

Muitos fãs britânicos já estavam à espera na fila desde sexta-feira para assistir à apresentação da diva da pop no estádio que tem uma capacidade total de 75 mil pessoas.
Madonna entrou no palco sentada num trono, antes de começar a cantar o sucesso «Candy Shop» para uma animada multidão.

Vestida com um colete preto transparente, Givenchy, e botas até o joelho, Madonna mostrou a mesma energia do começo da carreira, apesar de ter completado 50 anos na semana passada.

Para a segunda canção, a estrela voltou ao palco dentro de um clássico conversível branco, de onde surgiu com uma cartola (também branca) na cabeça para brindar o público com «Beat Goes On».

Os rappers americanos Pharrell Williams e Kanye West, que participaram do último disco da cantora «Hard Candy», apareceram em vídeos clipes no ecrã, assim como Britney Spears.

De acordo com os promotores da turnée, que assinaram um contrato de 10 anos com Madonna, no valor de 80 milhões de euros, a cantora e a banda ensaiaram durante mais de 653 horas antes de estrear a tournée «Sticky and Sweet».

Em Cardiff, a estrela cantou cerca de 20 músicas, incluindo os maiores sucessos da sua carreira de quase três décadas, tais como «Like a prayer», «Into the groove» e «Hung up». Os empresários da cantora acreditam que a tournée irá render mais de 170 milhões de euros.

A diva da pop vai passar por Portugal no dia 14 de Setembro. Os bilhetes para o concerto no Parque da Bela Vista já estão esgotados.

Notícia IOL Música, link AQUI

domingo, agosto 24, 2008

Quero ver o nascer do Sol


Quero ver o nascer do Sol.

E esquecer que estou sozinha.

E esquecer que os homens me tratam como lixo.

E esquecer que a minha vida não tem significado.

E esquecer que os meus pais não me aceitam nem respeitam.

E esquecer que perdi a minha sobrinha para o preconceito.

E esquecer que o mesmo aconteceu aos/às pouc@s amig@s que tinha.

E esquecer que a vida não existe além de mim e do meu universo.

E esquecer que estou viva porque respiro. E porque respiro eu?

E esquecer que o amor dos poetas é exclusivo deles, eu não tenho direito a ele.

E esquecer que existo.

E desvanecer-me nas nuvens. No ar fresco e húmido da manhã. E não pensar no dia de amanhã.

Quero ver o nascer do Sol só para me sentir eu.

sexta-feira, agosto 22, 2008

Madonna levanta a ponta do véu sobre digressão


A poucos dias do arranque da digressão «Sticky & Sweet», Madonna levanta a ponta do véu e revela muitas das surpresas que esperam os fãs no primeiro concerto em Cardiff, País de Gales, no próximo sábado.

No seu site oficial, a cantora anunciou que o concerto, com duas horas de duração, será dividido em quatro partes: «Pimp», «Old School», «Gypsy» e «Rave».

Em «Pimp», Madonna cruza a estética dos anos 1920 com o estilo «gansta pimp» dos dias de hoje. A cantora fará uma entrada em grande, vestida pela Givenchy.

«Old School» é um piscar de olho à Nova Iorque da década de 1980 e à cultura da música de dança e hip-hop.

A viagem à «La Isla Bonita» acontece durante «Gypsy», com o espírito da música folk romena.

Finalmente, em «Rave», Madonna recupera influências orientais, abrilhantando-as ao seu estilo.

Staff de 250 pessoas

Para a digressão «Sticky & Sweet», que passa pelo Parque da Bela Vista a 14 de Setembro, Madonna traz consigo 250 pessoas, incluindo 16 bailarinos e uma banda de 12 elementos.

A cantora efectuará oito mudanças de guarda-roupa ao longo do espectáculo. Num dos intervalos, Madonna tem um minuto e meio para trocar de roupa antes de voltar ao palco, mas conta com a ajuda de cinco pessoas para tal.

Entre vestidos e acessórios, desenhados por 36 estilistas e transportados em 30 contentores, contam-se 100 pares de meias de rede especiais e que já não se fabricam, comprados no eBay e em lojas de artigos de dança.

Sem revelar os gastos totais, o comunicado revelou, no entanto, que Madonna faz questão de abrilhantar a digressão com cerca de um milhão de libras em cristais Swarovski.

A digressão em números

- 3500 peças individuais de guarda-roupa

- 653 horas de ensaio para Madonna e para a sua banda

- 250 elementos de staff

- 200 esponjas triangulares para aplicar maquilhagem

- 180 cotonetes (3 para cada noite)

- 120 almofadas de pó-de-arroz

- 100 pares de meias e collants de rede que já não estão à venda, comprados para Madonna através do eBay e de lojas de artigos de dança

- 100 joelheiras

- 69 guitarras

- 36 estilistas que contribuíram para o guarda-roupa utilizado no espectáculo

- 30 contentores para o transporte do guarda-roupa

- 28 artistas em palco simultaneamente (número máximo)

- 20 nacionalidades representadas em material usado na digressão (incluindo japonês, israelita, russo, romeno, australiano e argelino)

- 18 filas de cabides para a roupa da banda, dançarinos e artistas ciganos

- 16 empregados de catering

- 12 costureiras que trabalham sem parar em Cardiff para terminar os vestidos do primeiro concerto

- 12 trampolins portáteis para Madonna e os seus dançarinos se exercitarem

- 10 caixas grandes de artigos de primeiros-socorros

- 10 guitarras com que Madonna viaja

- 9 pessoas a trabalhar no departamento de guarda-roupa

- 8 grandes mudanças de roupa para Madonna durante o espectáculo

- 5 pessoas que ajudam Madonna a trocar de roupa durante o espectáculo

- 5 teclados em palco para o director musical Kevin Antunes

- 4 frigoríficos grandes para o transporte de gelo para Madonna e os seus dançarinos

- 4 batôns Yves Saint Laurent usados durante toda a digressão

- 3 músicos romenos de etnia cigana para tocar instrumentos acústicos

- 3 filas de cabides para a roupa que Madonna vestirá em palco

- 3 reviradores de pestanas Shu Uemura

- 2 mesas de mistura para o DJ

- 2 palcos

- 1m30s é o tempo mínimo que Madonna tem para trocar de roupa durante um dos intervalos

- 1 Quiropraxista

- 1 treinador pessoal

- 1 massagista

- 1 par de auscultadores de cristal Swarovski para o DJ

Notícia retirada do IOL Música, link AQUI

quinta-feira, agosto 21, 2008

Predadores sexuais


Na nossa vida conhecemos todo o tipo de gente. Seja na net, seja na realidade, há pessoas para tudo, que procuram tudo, ou nada, umas seres humanos, outras apenas pessoas. E nesta categoria, nas "apenas pessoas" estão incluídos os chamados predadores sexuais.

Confesso que nunca tive muita consciência do que eram, de que realmente existiam, até começar a "viver" a sério. E, hoje em dia, sei que já conheci vários. O comportamento deles é básico e muito semelhante. São, em geral, homens relativamente bonitos, com muita conversa, e muita mentira.

Na sua maioria ou são casados ou namoram, e têm uma chamada "vida paralela". Procuram sexo como eu procuro um cigarro quando não tenho tabaco em casa. É uma ânsia para eles. E vivem em função disso. Não há espaço para sentimentos, para envolvimentos. A única coisa que lhes interessa é sexo.

Ou seja, os predadores sexuais são algo muito idêntico aos viciados em sexo, apenas com alguns pontos de diferença. E eu tive o "azar" de "conhecer" dois predadores sexuais nos últimos tempos. Um, não cheguei sequer a vê-lo ao vivo, bastou uma conversa telefónica de quase uma hora, para que ele se apercebesse que eu não estou nem aí para sexo por sexo, flirts, quecas, whatever. E desapareceu sem deixar rasto.

O segundo cheguei a conhecê-lo pessoalmente. Não diria bem "conhecer", pois não consigo deslindar o que de verdade e de mentira me contou. Mas também bastou um encontro em que conversámos no carro dele para desaparecer sem deixar rasto basicamente. Tal como o primeiro, também o conheci na net, e este era bem mais "dado" aparentemente que o outro. Mandou-me 20 e tal sms em dois dias, conversámos no messenger, até que finalmente nos encontrámos.

Eu estava nervosa e nem me ocorreu que ele seria apenas um predador sexual. Era muito bonito fisicamente e parecia uma pessoa muito interessante. Em pouco mais de uma hora, falou bem mais do que eu, o que diga-se de passagem, é muito difícil! Logo que me disse que tinha que ir buscar o irmão para o levar a casa, achei estranho.

Mas isso não o impediu de me tentar beijar, ao que eu acedi. Foi um beijo longo e saboroso. Trocámos alguns carinhos, festas. E fui eu que terminei o "clima" ao lhe lembrar que tinha que ir buscar o irmão. Dei-lhe um pequeno beijo e saí do carro. Foi a última vez que o vi.

Ou seja, foi a primeira e última. No fundo, a única coisa que lhe interessava era uma noite de sexo, ou várias, não sei. Mas não é isso que eu quero e deixei-o bem claro.
Those are my rules, baby
E, mais uma vez, fiquei deprimida, triste e desiludida. Com ele e comigo. Comigo essencialmente, porque ainda caio nestas "esparrelas" de pensar que eles até podem querer algo sério se me conhecerem pessoalmente.

Confesso também, que estava muito renitente em partilhar isto convosco, pois cada uma de nós sente de maneira diferente e há muitas que dão mais importância ao sexo que eu. Mas acabei por fazê-lo para alertar quem quiser ser alertado, que eles andam aí e que podem ser mais predadores do que só sexuais. O que quero dizer é que podem ser bem perigosos. O que não faltam são notícias de mulheres Trans (no nosso caso) assassinadas barbaramente por homens que conheceram na net, por homens que as procuram no local de trabalho (trabalhadoras sexuais), e inclusivé pelos próprios companheiros. Sim, minhas queridas, o perigo anda aí, logo convém termos todas muito cuidado. Quanto a mim, não será tão cedo que me encontrarei novamente com um homem que tenha conhecido na net.

Somos todas mulheres, tenhamos nascido biologicamente assim ou não, não se esqueçam disso. E temos a obrigação moral de nos protegermos e ajudarmos umas às outras. Logo, cuidado, muito cuidado, queridas.

terça-feira, agosto 19, 2008

Miss Brasil Gay 2008

Transex de Pernambuco Lizandra Brunelli vence final do concurso, que ocorreu no último fim de semana na cidade mineira de Juiz de Fora - segue a reportagem da G.Online.


Foto: Gustavo Ranieri

Juiz de Fora: Glamour, beleza e muitos shows marcam Miss Brasil Gay 2008

O longo tapete vermelho estendido na frente do Cine-Theatro Central, na cidade mineira de Juiz de Fora, já dava o tom de elegância que marcou a 32ª edição do mais que tradicional Miss Brasil Gay, concurso que elege a transformista mais bela do país e que foi realizado na noite de sábado, dia 16 de agosto.

Emocionante e criativo, o Miss Brasil Gay 2008 cumpriu com os objetivos de seus organizadores: o de tornar o evento definitivamente referência de glamour e riqueza.

No hall de entrada os convidados desfilavam e posavam para as fotos, enquanto cerca de 1500 pessoas lotavam as dependências do espaço para assistir ao badalado evento, que este ano foi apresentado pela hilária Silvetty Montilla e Alexandre Silveira. Logo após a apresentação do júri, Silvetty chamou ao palco o cabeleireiro Chiquinho Mota, criador do concurso e que, mesmo debilitado de saúde, demonstrou sua alegria de estar presente.

Ao total 24 candidatas, cada uma representante de seu respectivo estado, disputaram a coroa. Dividido em dois blocos, elas desfilaram primeiro com o traje típico e depois com o de gala. Uma a uma, as misses exibiram seus requintados vestidos e conquistaram a torcida dos espectadores.

Outro momento marcante do concurso foram as performances de Léo Áquilla, Kaká di Polly, Fernanda Miller e do ator Marcos Marinho, que emocionou o público com uma encenação de Edith Piaf cantando No, Je Ne Regrette Rien.

Antes de ser revelada a grande vencedora, o júri elegeu, entre vaias e aplausos, a Miss Tocantins Ava Simões como Miss Simpatia, além de entregar a ela o prêmio de Melhor Traje Típico e Melhor Traje de Gala.

Na seqüência foram reveladas as cinco primeiras candidatas. Em 5º lugar ficou a Miss Amapá, Nathália Sant’anna; em 4º lugar a Miss Espírito Santo, Myrian Vervloet; em 3º lugar a Miss São Paulo, Julia Sanches; em 2º lugar a Miss Tocantins, Ava Simões.

Mas quem se coroou como a Miss Brasil Gay 2008 foi Lizandra Brunelli, a Miss Pernambuco. Com muita alegria e lágrimas, Lizandra recebeu a faixa das mãos de Ianka Ashylen, a Miss Brasil Gay 2007; e a coroa das mãos de Tamara Almeida, Miss Mundo Brasil 2008.

sábado, agosto 16, 2008

Parabéns Madonna!


É verdade. Hoje, 16 de Agosto, é o dia em que a fantástica Madonna faz, nada mais, nada menos, do que 50 aninhos!
Ícone mundial, rainha da pop, entre muitos outros epítetos, fazem dela uma mulher que se soube manter na "crista da onda" ao longo dos últimos 25 anos.
E aos 50 anos ela aí está, prestes a começar mais uma tourné mundial e a trabalhar como sempre.
Por tudo isto, parabéns Madonna!

Isis Tsunami será a próxima "America's Next Top Model"?

A concorrente Transexual do "reality show" "America's Next Top Model" fala com Tyra Banks, que a achou pura e simplesmente "fabulosa", e explica como se vê e o que sente em relação a si.

quinta-feira, agosto 14, 2008

Mulher Transexual participa em Tyra Banks' America's Next Top Model

Finalmente o famoso "reality show" norte-americano "America's Next Top Model" inclui uma mulher Transexual. Aqui ficam os meus parabéns a mais uma tentativa de acabar com o estigma das pessoas Transexuais. Segue a notícia retirada do site G.Online.


Transexual participará da próxima temporada de America's Next Top Model

Uma transexual está na lista dos 14 nomes confirmados para concorrer na próxima temporada do America's Next Top Model, que começa a ser transmitido em 3 de setembro nos Estados Unidos. No Brasil, o canal Sony exibe o programa de TV que elege a melhor candidata a modelo internacional.

A jovem de 22 anos, nascida no estado de Maryland, chama-se Isis. Segundo o site Us Weekly, ela trabalhava como empacotadora e diz ser uma "mulher nascida fisicamente homem". Sua ficha foi tratada de maneira diferente, mas nada a impedirá de lutar pela liderança do concurso. "Gosto de ajudar pessoas, mas estou aqui para alcançar meus sonhos", disse ela.

O presidente da Gay & Lesbian Alliance Against Defamation (GLAAD), Neil Giuliano, aprova a inclusão de uma transexual no America's Next Top Model. "É uma oportunidade sem precendentes para uma comunidade pouco representada na televisão", afirmou o ativista, que aproveitou para agradecer a apresentadora Tyra Banks e a emissora que exibe o programa nos EUA "por tornar possível essa histórica visibilidade do transgênero". Entre as demais concorrentes estão uma ucraniana chamada Elina, a havaiana Sheena e a francesa Marjorie.

segunda-feira, agosto 11, 2008

As mamas...


É curioso ver como as pessoas nos "vêem". Até há quase um ano atrás, o meu tratamento hormonal não tinha surtido efeito no meu peito, e então coloquei próteses. Depois foi o período de recuperação, e logo a seguir veio a Primavera e agora o Verão.

Obviamente, agora aproveito para usar (não abusar) do que não podia usar antes, decotes, tops, etc. Mas sempre discreta, como eu sou e gosto de ser. De qualquer das formas, começo a reparar que se, antigamente e apesar de não ter mamas, já era assediada, agora é por demais (pelo menos para mim).

Vou na rua e reparo nos olhares "dirigidos" aquele local, oiço algumas coisas que nem percebo na maioria das vezes, e bastou-me colocar uma foto recente nos meus perfis para as visitas e pedidos de amizade dispararem.

Curiosamente, eu própria ainda me estou a adaptar totalmente ao meu novo peito, visto que não foi crescendo, surgiu quase de repente. Mas não há dúvidas de que, socialmente, são essencialmente as mamas que fazem de nós "verdadeiras mulheres".

É o seio materno, é a atracção pelos dois "montinhos" que surgem por detrás de um decote. Ou seja, passei de alguém, que apesar de ser mulher, era uma espécie de "misfit", para uma "considerada mulher a sério", e isto tudo apenas porque tenhos mamas!

Não há dúvida alguma que, podendo não ser assim tão importante para nós em alguma fase da vida, como mulheres Transexuais, os nossos seios acabam por nos dar um "estatuto social" de "mulheres". Sim, porque as mulheres têm peito, sim, porque as mulheres não têm pêlos no rosto, sim, porque as mulheres têm vagina.

Pois, mas eu continuo a ser muito pragmática nesse aspecto. Não são as características exteriores que nos fazem ser "a" ou "b", homens ou mulheres. É aquilo que somos, que sempre sentimos que éramos, que conta. Eu sempre fui mulher. E coloquei as próteses para me sentir melhor comigo própria, para me sentir mais eu. Não as coloquei para ser ou "mais mulher" ou "mais desejável".

Não é, em definitivo uma vagina que faz uma mulher, nem um pénis que faz um homem. Pensem nisso.

sexta-feira, agosto 08, 2008

Miss Transex Internacional 2008


Mais uma vez se realiza no Pride Bar, no Porto, o concurso Miss Transex Internacional. É já este sábado, dia 9, a partir das 23 horas.

terça-feira, agosto 05, 2008

Eu e o meu Universo


Hoje não me sentia especialmente inspirada por nenhum assunto para escrever. Por isso mesmo decidi escrever sobre isso mesmo. O que me leva a escrever, o que me passa pela cabeça, a minha vida neste momento.

O nosso universo somos nós. É como nós perspectivamos o que vemos, sentimos, os outros, as coisas, etc. E o meu universo sou eu, é feito à minha medida. Nele entra o meu passado, o meu presente e as minhas ânsias para o meu futuro.

Essas ânsias é que me fazem mexer, manter-me viva. O desejo de ser mãe foi uma delas. Digo foi, porque não só nunca pude ser mãe, nem posso, como não me vejo agora, aos 37 anos, a adoptar uma criança. Diga-se de passagem que nem devo poder, visto a Transexualidade continuar a ser o bicho-de-sete-cabeças que é. E também, para agravar, não há pai para a criança, mesmo que a adopção me fosse permitida. Esse era outro, ou fazia parte do mesmo sonho. Ter um companheiro que me amasse, respeitasse e com quem tivesse uma vida estável e depois adoptar um bebé. Mas tal nunca se proporcionou.

Essa talvez seja a minha frustração número um. Não poder ser mãe biológica de uma criança. Talvez por isso me tenha dedicado tanto à minha sobrinha quando ela era pequena. No fundo, eu sentia-me um pouco mãe dela também, e a não aceitação dela agora, em relação a mim, fere-me profundamente.

É uma procura eterna. Procuro eternamente o amor da minha vida, como procuro eternamente o meu bebé, como procuro eternamente sentir-me feliz, ser aceite por quem amo, renascer mulher de novo.

Faz parte de mim, do meu signo (gémeos), da minha carta astral. Sou alguém muito carente, que se sentirá sempre carente e não aceite e que procurará eternamente o amor e a aceitação. E a realidade é essa, por detrás das "máscaras" e das defesas.

Não me vejo ao espelho como os outros me vêem. Vejo-me feia, demasiado magra, demasiado alta, e por aí fora. Sinto-me mais satisfeita agora, ao ver-me nua e os meus seios surgirem de mim como sempre sonhei. E sei que no final me sentirei melhor. Mas nunca estarei satisfeita. Porque sou mesmo assim, demasiado perfeccionista, e porque deveria ter nascido num corpo biologicamente feminino, não masculino.

Sonho muito. Mas os meus sonhos não estão lá em cima nas nuvens. Estão, ou poderão vir a estar, aqui em baixo, na terra. Sonho em voltar a ter o meu espacinho, a minha casinha. Sonho em ter o meu trabalho, só peço que seja minimamente criativo. E sonho em encontrar a agulha especial no meio do palheiro, o "meu" homem. São só sonhos, eu sei. Mas, tirando o último, os outros não são assim tão impossíveis.

Insegura, com falta de amor-próprio e auto-confiança, tímida mas extrovertida, divertida, carente, inteligente, ingénua... Sou tudo isto e muito mais. Afinal, eu sou o meu mundo, e este blog faz parte dele. E vocês, que lêem isto também. Quer gostem, quer não. Quer comentem, quer não. Mas eu não escrevo só para mim. Escrevo para o "meu" universo. Que é feito de muitas coisas, de muitas pessoas, de muitas agruras e alegrias.

Escrevo para vocês com muito gosto. Posso ter muitos defeitos, mas também tenho muitas qualidades. E vocês terão que me aceitar tal e qual como sou: EU. EU e o meu Universo.

sexta-feira, agosto 01, 2008

Memórias de Adriano em filme

Finalmente, e como introdução a este post, quero dar-vos a sentir o meu júbilo por o meu livro favorito de todos os tempos ir ser adaptado ao grande ecrã. Segue a notícia, retirada do site G.Online.


Daniel Craig viverá imperador romano bissexual no cinema

O galã cinqüentão Daniel Craig foi escalado para interpretar o imperador romano bissexual Adriano em um filme que está em fase de produção, segundo notícia do jornal Ireland's Daily Star. O ator inglês interpretou em 2006 o agente secreto James Bond (007) no filme Casino Royale.

Conforme informação da agência United Press International, o cineasta britânico John Boorman confirmou que está escrevendo o roteiro adaptado do romance Memórias de Adriano, da escritora Marguerite Yourcenar, e que planeja dirigir o filme. A produtora inglesa Handmade Films pretende financiar o longa-metragem e investir até US$ 60 milhões na filmagem.

Adriano governou o Império Romano entre os anos 117 e 138 d.c. e, enquanto estava casado, teve um caso com um adolescente grego chamado Antinuos. Entre suas realizações, está o projeto e construção do Panteão, um dos poucos edifícios que resistiram ao tempo e que ainda existe no centro de Roma.